Guia prático para escritórios de contabilidade

Neste artigo forneço uma boa base para você criar o marketing do seu escritório contábil. Mas antes é preciso entender o que realmente atrapalha a maioria dos contadores na hora de fortalecer suas marcas e ampliar suas carteiras de clientes.

É importante ressaltar que as informações que compartilho aqui são fruto de experiência prática. Entre outubro de 2015 e agosto de 2016, tive a oportunidade de desenvolver uma consultoria de marketing e vendas para contabilidade. Nesse período, atendi mais de 40 escritórios e conversei com centenas de contadores. Aplicamos a mesma metodologia em todos os clientes. Alguns tiveram muito sucesso, outros nenhum. O que eu aprendi?

INDICAÇÕES IMPORTAM

Isso não é novidade para ninguém. A pessoa que indica transfere parte da confiança ao indicado, e isso facilita muito a venda.

O problema é que não é possível prever o crescimento das vendas baseando-se em indicações. Aquele que deseja conquistar novos clientes mês a mês precisa investir em marketing contábil.

Quem consegue explorar a base de clientes para estimular indicações leva uma vantagem enorme sobre a concorrência. Se eu tivesse apenas uma ficha para apostar, investiria nisso.

INTERNET IMPORTA

A demanda por serviços de contabilidade na internet é altíssima. A rede é quase sempre o primeiro passo de uma longa jornada. E essa jornada é repleta de competidores prontos para atrapalhar os seus planos de crescimento. Leva aquele que estiver mais preparado para fazer três coisas: entender, nutrir e fechar o negócio.

  • Entender em qual momento da jornada o cliente está é uma das maiores deficiências dos contadores que eu atendi. Alguém liga para o escritório e pergunta quanto custa, o contador desavisado fala o preço. O cliente continua o leilão, ligando para outros contadores e leva quem souber plantar atrás da orelha do cliente a pulga  sobre seus benefícios. E isso só é possível quando se conhece a jornada do cliente: o cliente está reconhecendo suas necessidades, avaliando opções ou está quase pronto para dar o passo? Adianta tentar fechar o negócio quando o cliente ainda não sabe direito o que precisa fazer? Essa é uma arte que eu explico na Jornada do Cliente.
  • Nutrir o cliente com informações que o ajudam a tomar decisões. Isso você já deve fazer bem durante as reuniões, só precisa melhorar esse processo, enviando emails com informações relevantes, escrevendo artigos e promovendo esse conteúdo com campanhas de remarketing (aqueles anúncios que ficam seguindo você pela internet).
  • Fechar o contrato, dando o bote no momento certo. É muito importante dar o empurrão final e não cometer o erro de achar que o cliente vai ligar pra você. É por isso que as técnicas de venda são cruciais e é aí que mora o perigo: a falta de cultura comercial.

FALTA DE CULTURA COMERCIAL É O QUE MAIS ATRAPALHA

Empresas que têm cultura comercial sabem que apenas uma pequena porcentagem dos interessados compra. Contadores não.

Contadores estão acostumados a atender indicações. A montanha vai até Maomé e 9 em cada 10 oportunidades são convertidas em contratos.

O mesmo não acontece ao lidar com clientes que vêm pela internet. É preciso batalhar pela venda e isso só é possível com alguém 100% dedicado às atividades comerciais: um vendedor. Esse vendedor tem que saber abordar, identificar a necessidade do cliente, demonstrar capacidade para resolver seu problema, negociar, fazer follow up e fechar.

Sinto muito, é trabalhoso e muito importante para ser delegado para um estagiário.

Sendo franco, continue a ler esse texto apenas se você estiver disposto a:

  • Investir mensalmente por 1 ano em marketing
  • Contratar ou capacitar pelo menos 1 vendedor (estou falando de um funcionário dedicado 100% à belíssima arte de vender)

Não precisa se desesperar:

  • o investimento não precisa ser alto, apenas inteligente e consistente
  • o vendedor não precisa ser um especialista em contabilidade (com certeza ajuda, mas um especialista sem técnicas de venda não vai muito longe)
  • a contratação do vendedor pode esperar até a segunda fase do plano de marketing proposto abaixo

Evite a qualquer custo:

  • fazer um site sem ter o planejamento estratégico do negócio
  • fazer qualquer tipo de investimento em propaganda, rede social, ferramenta ou o diabo sem ter um site bem-feito (pode ser simples e não precisa ser caro, só tem que estar alinhado com o objetivo do negócio)
  • limitar a possibilidade de crescimento do vendedor

E CONTADOR PODE FAZER MARKETING?

Existem restrições na hora de promover um escritório de contabilidade. Mesmo assim, dá pra fazer bastante coisa.

O código de ética diz:

  • é vedado ao Profissional de Contabilidade oferecer ou disputar serviços profissionais mediante aviltamento de honorários ou em concorrência desleal
  • o profissional deve abster-se de fazer referências prejudiciais ou de qualquer modo desabonadoras
  • o profissional não deve formular juízos depreciativos sobre a classe contábil
  • é vedado qualquer ação cometida que resulte em ato que denigra publicamente a imagem do Profissional de Contabilidade

Traduzindo:

Constitui infração anunciar, em qualquer modalidade ou veículo de comunicação, conteúdo que resulte na diminuição do colega, da Organização Contábil ou da classe.

Fernanda Rocha, SEACAPCE

Nesta mesma apresentação, a Fernanda resumiu muito bem o que é o marketing: criação + comunicação + entrega.

Criação é a parte conceitual do seu negócio: ideias, imagens, cores, ambientes, enfim, tudo que você pode fazer para estimular os sentidos e a imaginação do seu público para criar vínculo emocional.

Comunicação é técnica, é o que você faz para o seu negócio aparecer (propaganda, eventos, relações públicas, assessoria de imprensa etc.). Neste artigo foco mais na comunicação do que na criação.

Entrega é o que o cliente leva após pagar.

Apenas Criação + Comunicação = Propaganda enganosa

E se só tiver Criação + Entrega = Poucas vendas

Ela continua exemplificando o que não pode…

  • Comparação: O escritório com a melhor relação custo-benefício da cidade
  • Ofertas promocionais: Venha para nossa empresa e ganhe 3 meses de honorários

… e o que pode fazer:

  • Comunicar a identidade corporativa da empresa
  • Divulgar produtos e serviços que oferece
  • Destacar prêmios recebidos e padrões de qualidade adotados
  • Afirmar suas especialidades
  • Divulgar informações do mercado em geral
  • Informar seus principais clientes

Agora que as regras do jogos estão definidas, é hora de falar sobre o Plano de Marketing do seu escritório contábil.

PLANO DE MARKETING PARA ESCRITÓRIOS CONTÁBEIS

O erro mais comum em marketing e vendas de pequenas empresas é investir em ações isoladas sem preparar seu território. Processo é um dos novos Ps do marketing e ajuda o contador empreendedor a fazer o máximo, gastando o mínimo. Falo mais disso na página sobre o Processo de Marketing e Vendas.

Procurei deixar deixar o plano mais prático e menos conceitual. Seguir os passos seguintes, na ordem que são apresentados, reduz drasticamente a chance de erro e o desperdício de dinheiro tão comum em empresas que não têm cultura comercial.

O primeiro passo é preparar o terreno para garantir que todo e qualquer investimento feito em propaganda retorne em forma de oportunidades de negócio. Conseguimos isso realizando um planejamento, melhorando a identidade visual e construindo um site, o primeiro território online a ser conquistado.

Eu sugiro a criação de dois documentos: Planejamento Estratégico e Plano de Marketing. O formato não importa, pode ser um doc ou um powerpoint, o mais importante é manter esses documentos fora da gaveta. Esses documentos são úteis para:

  • manter o foco
  • contratar e treinar colaboradores
  • contratar fornecedores e serviços de marketing

Eles não são os únicos documentos, mas são os mais importantes.

FASE 1: PREPARAR O TERRENO

O passo a passo

Planejamento Estratégico

O destino

Plano de marketing

O caminho

Identidade Visual

A cara

Construa seu site

A arma principal

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO

Como nenhum vento é a favor para um barco sem rumo, o contador que deseja garantir o retorno dos investimentos em marketing precisa, antes de mais nada, definir seus objetivos de negócio e o que vai fazer para conquistá-los.

É necessário definir pelo menos:

  1. por que o seu negócio existe, que problema ele resolve para seu cliente (missão)
  2. para onde seu negócio vai e quais objetivos deseja atingir (visão)
  3. o que unem as pessoas que compõem o negócio (valores)
  4. forças, fraquezas, ameaças e oportunidades (SWOT)

Refletir sobre a missão vai te ajudar a diferenciar o seu negócio.

Refletir sobre a visão vai te ajudar a definir objetivos e metas, orientando suas decisões.

Refletir sobre os valores vai te ajudar a recrutar colaboradores alinhados com as suas crenças. Isso aumenta o engajamento e diminui o turnover.

Documentar isso tudo vai ajudar você e sua equipe a incorporar essas ideias.

Incorporar essas ideias vai te ajudar a manter o negócio no trilho e a aumentar a autonomia da equipe.

Assista a esses vídeos para saber mais sobre o planejamento estratégico:

PLANO DE MARKETING

Agora que você sabe para onde quer levar o seu negócio (a visão do seu planejamento estratégico), é hora de definir o Plano de Marketing.

Ao investir tempo e energia no Plano de Marketing você vai economizar muito dinheiro nas etapas seguintes. O designer vai trabalhar mais rápido e ser mais assertivo, porque vai receber informações detalhadas sobre o posicionamento da empresa e seu público-alvo. A propaganda será melhor e mais barata, porque a comunicação direcionada e consistente em todas as etapas do processo (propaganda, site, redes sociais e atendimento comercial) aumenta conversão e reduz o custo de aquisição do cliente.

É importante definir:

  • quem é o seu cliente ideal
  • o que você vai falar para esse cliente
  • os meios que você vai utilizar para atingir essas pessoas
  • como você vai gerar leads de venda (cadastros para alimentar sua equipe comercial)
  • como você vai transformar esses leads em clientes

Como a maioria dos contadores não estuda marketing nas faculdades de contabilidade, criei uma metodologia simples e eficaz que costuma dar resultados sem cabelos brancos. No check-up de marketing eu levanto as principais oportunidades e ameaças do negócio e entrego um plano de ações personalizado, baseado na capacidade de investimento de cada cliente.

IDENTIDADE VISUAL (BRANDING)

Imagem é tudo sim, muitos contadores ainda subestimam a importância de um logo bem desenhado, um site agradável com um texto bem diagramado e fotografias profissionais.

Saiba que as pessoas respondem muito mais rápido a comunicação visual do que comunicação verbal (imagens vs textos).

Para pensar: se as nossas ações fossem racionais não haveria médicos fumantes ou nutricionistas obesos. A subjetividade das imagens desperta emoções no visitante e tem maior poder de persuasão que os textos (que na verdade raramente são lidos, especialmente em um site mal diagramado).

Cada detalhe é importante e influencia tanto as decisões do cliente durante a visita ao site ou escritório quanto as suas lembranças ao final da experiência.

Uma boa identidade visual contempla logotipo, tipologia (fontes usadas no texto), cores e estilo de imagens.

Essa identidade também deve ser aplicada em seu espaço físico, principalmente na fachada, na recepção e nas salas de reuniões. Se você tiver como bancar um arquiteto para projetar seus ambientes, contrate.

SITE

Agora que você já sabe onde quer chegar, quem quer atingir e como deseja ser reconhecido, é hora de criar portas de entrada para o seu negócio.

Seu site é o único lugar da internet onde você é soberano absoluto, e também por isso deve ser muito bem cuidado. Isso não significa que ele precisa ser grande, complexo ou caro. Pelo contrário, a grande maioria dos escritórios contábeis pode ter um site com apenas uma página bem elaborada. Como dizem os americanos: keep it simple.

O seu site precisa:

  • Criar vínculo com o visitante. Explorar o problema que o visitante deseja resolver pode ser um bom caminho a explorar.
  • Demonstrar sua capacidade de resolver o problema do cliente.
  • Colocar o visitante em contato com você, seja via telefone ou formulário no site.
  • Estar integrado com as táticas do seu mix de marketing (email marketing, automações, CRM etc.)

O profissional que construir o seu site precisa ter respostas boas para algumas perguntas:

  • Que conteúdo vamos colocar no site?
    Se ele disser Missão, Visão e Valores, desconfie. Esses conceitos são essenciais para orientar o empreendedor e sua equipe, mas irrelevantes para o cliente. Seu site precisa de conteúdo que explica o que você faz, de preferência de um jeito original.
  • Como o site vai aparecer no google?
    É fundamental que ele fale sobre velocidade de carregamento do site, experiência no celular, otimização de palavras-chave, buscas locais etc. Fique atento aos 6 erros de SEO que vão fazer o Google odiar o seu site para sempre.
  • Como vou saber se o site está funcionando?
    Esse é um dos grandes diferenciais do meu trabalho. Instalar o Google Analytics é fácil, difícil é saber o que medir. Além de definir um plano de analytics, sempre faço em meus projetos uma configuração avançada que me permite usar as informações dos visitantes para ser mais assertivo na propaganda.
Um bom site de contabilidade pode ser simples, mas precisa vender

Você tem menos de 3 segundo para explicar o que faz ao visitante do seu site.

Sem um site responsivo, vai ser muito difícil retornar o investimento em marketing online feito pelo contador

A diagramação, as cores, as imagens e, principalmente a diferença de tamanho das letras influencia a leitura.

Site de contabilidade adaptado para celular

Cada vez mais as pessoas acessam seu site pelo celular.

Marketing contábil mal executado pode comprometer o ROI das campanhas de AdWords e Facebook Ads

E é fundamental que ele se ajuste ao tamanho da tela.
(Obs. O pessoal da socontabilidade.com.br melhorou bastante o site atual, mas eu mantive as imagens do artigo para ilustrar os conceitos)

Dicas

wordpress é uma excelente opção de plataforma para um site. Além de facilitar a atualização do site, o WordPress tem a maior comunidade de desenvolvedores da internet, e você não vai ficar na mão se o seu fornecedor pisar na bola. Alguns cuidados especiais devem ser tomados em relação à segurança e à velocidade do site em wordpress. Eu o uso em quase todos os sites que faço. Também tenho uma solução especial para criar máquinas de venda com baixo custo e rapidez, consulte-me se tiver interesse.

Construtores de site, como o Wix e Webbly podem funcionar por um tempo, desde que você capriche no planejamento estratégico. Só que eles vão restringir táticas avançadas no futuro. E eu ainda não vi nenhum site no Wix ter bom desempenho no Google… No meu serviço de check-up, ajudo a encontrar a melhor opção, mesmo para quem está curto de grana.

Blogs são ótimas táticas de geração de tráfego, mas têm um porém: precisam ter conteúdo original, de qualidade, extenso e frequente. É possível contratar empresas de terceirização de conteúdo, mas você vai ter que se envolver e, mesmo assim, os textos muitas vezes deixam a desejar. Sei não…

Por último, mas não menos importante, a integração dos formulários com um CRM e um sistema de email marketing. O CRM permite a seu vendedor administrar mais oportunidades ao mesmo tempo, e o email marketing vai ajudar a esquentar aquelas pessoas que ainda não estão prontas para comprar (entenda a jornada do cliente).

O vendedor que gerencia suas oportunidades comerciais no Outlook ou com uma planilha do Excel vende menos, pois perde oportunidades por falta de organização. Todos os formulários do seu site devem estar integrados com um CRM, um programa de gestão comercial.

O CRM organiza as negociações do vendedor, registrando informações do cliente, enviando propostas, agendando eventos etc.

O custo normalmente é acessível e variável, baseado no número de usuários da sua equipe.

Eu estou constantemente testando CRMs e conheço algumas versões gratuitas para 1 usuário, como o Zoho e o PRM, o CRM desenvolvido pela Templum Consultoria, onde trabalhei por alguns anos. Escreva pra mim que te dou mais dicas.

Com o site pronto é bem provável que você comece a receber solicitações de orçamentos e dúvidas. Organizar a lista de seus clientes atuais e disparar alguns emails divulgando o novo site não vai fazer mal algum.

O desafio agora é trazer pessoas para o seu site e transformar esses visitantes em clientes. É isso que fazemos na fase 2 do plano.

FASE 2: EXECUTAR AS TÁTICAS PARA ATRAIR VISITANTES E GERAR OPORTUNIDADES DE VENDA

O foco da fase 1 é estratégia, já na fase 2 vamos começar a parte tática: ações de marketing para atrair visitantes e gerar oportunidades de venda.

Aqui me concentro nas táticas online, deixando de fora eventos, mídia impressa e TV, porque essas táticas exigem um investimento grande e tenho notado que elas estão perdendo sua eficácia.

Primeiro vou listar algumas táticas acessíveis para escritórios de qualquer tamanho e em seguida dou dicas para colocar essas ações em prática.

TÁTICAS PARA ATRAIR VISITANTES

Google (SEO)

Nesse momento tem alguém no Google procurando pelo seu serviço, você está na primeira página para aproveitar essa oportunidade? A otimização de um site é um serviço complexo, recomendo a contratação de uma empresa especializada, o que custa em média R$ 5.000 ao mês. No entanto, descobri uma forma de melhorar o posicionamento de escritórios de contabilidade no Google, sem gastar uma fortuna (pergunte-me como).

Seu escritório precisa aparecer no google, e só a primeira página vale

Links patrocinados

Patrocinar buscas é uma ótima forma de aparecer para quem está procurando seu serviço. Qualquer um pode anunciar no Google, sem a necessidade de um consultor como eu. A parte difícil é encontrar o termo de pesquisa adequado para o seu negócio, caso contrário você pode acabar com muitos cliques e poucos negócios fechados.

O preço varia de acordo com a concorrência da palavra-chave e da qualidade da sua página (entende por que o planejamento e o site são tão importantes?). Um profissional sabe o que fazer para aumentar a eficiência do anúncio e diminuir o valor pago por clique.

Não existe investimento mínimo, mas orçamentos muito pequenos costumam dar maus resultados por uma série de razões que explico em meus treinamentos.

Patrocinar buscas é a forma mais rápida de aparecer no Google.

Facebook Ads

O Facebook é outro canal fantástico para encontrar clientes. Enquanto o Google foca no interesse o Facebook foca no perfil. É possível criar campanhas segmentadas por localização, idade, interesse, sexo etc. O Facebook também costuma ser mais barato que o Google. Os cuidados são os mesmos de qualquer mídia online, sem acompanhamento profissional você vai gastar mais dinheiro que o necessário.

O Facebook é hoje uma das mídias mais populares e peça chave para o marketing dos pequenos negócios

TÁTICAS PARA GERAR LEADS

Páginas de captura (landing pages)

Uma Landing Page é uma página da internet com uma única função: capturar emails. O segredo é diminuir as escolhas do visitante para aumentar as chances dele realizar o objetivo. Oferecer um bom e-book aumenta a velocidade de crescimento da sua lista.

Formulários são ótimos para capturar emails

E-Book Gratuito

Oferecer um e-book gratuito é uma excelente tática de marketing. Além de aumentar a sua lista de email marketing, o conteúdo, quando bem redigido e diagramado, ajuda a trabalhar a sua autoridade no assunto e a te diferenciar da concorrência. O contrário também vale: um e-book feio e irrelevante joga contra o seu marketing.

TÁTICAS PARA NUTRIR LEADS

Email Marketing

As indicações sempre foram a principal forma de conseguir novos clientes no mercado de Contabilidade, vão continuar sendo. O email marketing é uma excelente forma de manter contato com a base de cadastros, tanto para conseguir indicações, quanto para esquentar clientes em potencial.

Quanto melhor for o seu planejamento, maiores serão os resultados. Aquele que conhece o Perfil do Cliente Ideal tem como segmentar a lista e enviar diferentes conteúdos de acordo com o interesse, aumentando as taxas de abertura, clique e conversão. Aquele que tem a jornada do cliente mapeada consegue identificar quais clientes estão quentes e quais estão frios, assim o vendedor pode investir mais energia nas melhores oportunidades.

Alimentar a lista de emails manualmente não faz sentido. A maioria dos serviços de email marketing oferecem formas de integração com o site ou landing pages. Formulários especiais podem ser criados para pesquisas com o objetivo de segmentar a lista e criar mensagens mais eficientes (quanto mais segmentada for a lista, melhores as taxas de abertura e clique, fica a dica).

Algumas ferramentas oferecem um serviço de automação de marketing que é muito útil para nutrir e esquentar oportunidades. A configuração das automações costuma ser simples, a dificuldade é escrever emails e ofertas que gerem vendas. Na verdade, essa é uma ação para uma fase mais avançada do Plano de Marketing, e vou tratar tudo isso em mais detalhes daqui a pouco.

Escolher uma ferramenta de email marketing pode ser um pouco complicado, pela variedade de serviços disponíveis. O custo normalmente é proporcional ao tamanho da lista e, às vezes, à quantidade de envios mensais. Eu também estou testando novas ferramentas o tempo todo e posso te ajudar a escolher, me envie um email que te falo 3 opções que acho mais adequadas para o seu perfil.

Obs.: como esse é um papo técnico mais adequado para programadores do que contadores, entre em contato comigo se precisar de ajuda para escolher uma tecnologia.

DICAS PRÁTICAS

Já vi muita gente dizendo que o Google e o Facebook não funcionam. O problema é que criar um anúncio é fácil, o difícil é conectar todos os pontos e otimizar o processo. Um profissional experiente faz diferença nessa hora.

Aqui vão algumas dicas, caso você queira tentar fazer sozinho:

  • Comece devagar, com poucas ações bem executadas.
  • Evite generalizar. Cada serviço anunciado deve ter um anúncio e uma página de captura exclusiva, caso contrário seu visitante vai clicar no botão voltar e clicar no concorrente.
  • Não cometa o erro de mandar o visitante para a sua home achando que ele vai procurar as informações no site, porque ele não vai.
  • É importante escolher uma das táticas de cada bloco (atração, geração de leads e nutrição) e garantir a conexão entre as etapas (teste todos os links dos anúncios, envio de formulários, conexões com CRM etc).
  • Faça variações de anúncios (do mesmo serviço) para descobrir os textos e imagens que funcionam melhor.
  • Monitore os resultados diariamente e faça ajustes se necessário (apenas evite mexer o tempo todo, pois algumas coisas precisam de alguns dias para se consolidar, principalmente se o orçamento for baixo).

RESUMO DA ÓPERA

Vender serviços contábeis exige preparo e muita resiliência, mas é imperativo, porque a concorrência está cada vez maior.

A parte mais difícil é:

  • Preparar-se psicologicamente para mudar sua cabeça:
    • vender dá trabalho, não se iluda.
    • mesmo que você não faça a parte operacional da venda e do marketing, você precisa se envolver, afinal, você é o maior interessado.
    • a velocidade do retorno do seu investimento é diretamente proporcional a sua capacidade de mudança.
  • Preparar-se psicologicamente para investir em marketing:
    • não precisa ser muito, precisa ser consistente e bem executado.
  • Preparar-se psicologicamente para contratar e capacitar pelo menos um vendedor que:
    • tenha jeito com pessoas.
    • aprenda rápido (se ele for contador, vai ter que aprender a vender, se for vendedor, vai ter que aprender contabilidade).
    • ambicioso, mas leal (vender a qualquer custo não é saudável para o seu negócio nem para sua equipe).
    • resiliente e organizado (contatos vindos da internet são mais trabalhosos que indicações).
    • não seja alérgico a telefone.

Se você estiver preparado e comprometido com a causa, sugiro o seguinte passo a passo:

Passo 1
Fazer o Planejamento Estratégico

  • por que o seu negócio existe, que problema ele resolve para seu cliente (missão)?
  • para onde seu negócio vai e quais objetivos deseja atingir (visão)?
  • o que une as pessoas que compõem o negócio (valores)?
  • forças, fraquezas, ameaças e oportunidades (SWOT).

Passo 2
Fazer o Plano de Marketing

  • quem é o seu cliente ideal?
  • o que você vai falar para esse cliente?
  • os meios que você vai utilizar para atingir essas pessoas.
  • como você vai gerar leads de venda (cadastros para alimentar sua equipe comercial)?
  • como você vai transformar esses leads em clientes?

Passo 4
Definir/revisar a identidade visual

  • logotipo
  • tipologia
  • cores
  • papelaria (cartão, folder etc)
  • fachada e ambiente interno (se possível)

Passo 4
Construir / revisar o site

  • o conteúdo deve explicar o que você faz, explorar o problema que você resolve e comprovar sua capacidade para resolvê-lo, já está bom.
  • depoimentos de clientes ajudam.
  • o telefone precisa ser fácil de achar e precisa ter um formulário de email.
  • precisa ter o Analytics bem configurado, para você saber o que está acontecendo.

Passo 5
Contratar / treinar o vendedor

  • é mais fácil ensinar Contabilidade para um bom vendedor do que Vendas para um bom contador.
  • resiliência e organização são pontos-chave, porque uma venda sai, normalmente, após 8 ligações.

Passo 6
Contratar o CRM e integrar com os formulários do site

Passo 7
Promover o site, usando as táticas de atração, geração de cadastros e nutrição

Passo 8
Acompanhar os indicadores e ajustar o processo todo continuamente

Procurei definir neste texto ‘o que’ você precisa fazer para melhorar o Marketing do seu escritório contábil. Pode ser que você tenha dúvidas sobre ‘como’ fazer. Nesse caso, faça um comentário ou me envie um email, terei o maior prazer em ajudar.

Compartilhe se gostou e meta o pau nos comentários se não gostou (sem dó, quero saber o que você acha para poder melhorar).

Boas vendas!

Show all responses Close responses

21 Replies to “Marketing Contábil”

  1. Muito bom o artigo. Sou contabilista e estudo Processos Gerenciais. Abri um escritório home office, tenho um cliente grande e trabalho sozinha, recentemente criei um site pago, ele é bom, mas não está gerando resultado. Temos como impulsionar meu site?

    1. Tem solução pra tudo! Seu problema é bem comum, leva um tempo (e certo esforço) para o Google começar a exibir o seu site. A boa notícia é que existem várias formas de propaganda online. Me manda um email dizendo quanto você pode investir mensalmente em marketing que eu te dou algumas dicas ;D

  2. Super informativo e desmistificador dos tabus dos contadores.Cheguei numa fase da carreira que empreender é o próximo passo, mas não será fácil me reinventar deixando o trabalho introspectivo da área para ser o Contador, vendedor e administrador.

    Seu material foi bem completo. Estou em fase de amadurecimento de idéias e gostaria, se for possível de entender a estratégia e-commerce no segmento, para investir acertadamente. Meu PN ficará pronto até a metade de 2018, poderíamos trocar e-mails sobre o assunto?

    Obrigado amigo, muito sucesso!

  3. Bom dia. Eu estava confiando muito nesse artigo, até o momento que você criticou o socontabilidade.com.br como um site de serviços contábeis. Ele se trata de um site educativo e acho que está bem estruturado para o que propõe. Isso foi uma gafe, que para mim levou ao descrédito do restante do artigo.

    1. Boa observação! É interessante perceber o quanto é difícil fazer um site que comunique a proposta de forma clara, em poucos segundos. Por isso que um bom projeto é fundamental. Vou ajustar a legenda e obrigado pela contribuição.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

17 + 4 =

You might also like