O que o seu corpo precisa para funcionar bem

Os perigos da circunferencia abdominal

Pegue leve, principalmente com você

Você já reparou que as pessoas reagem de forma diferente diante a uma mesma situação?

Um problema pode ser interpretado como uma ameaça ou um desafio, dependendo do que a pessoa acredita.

Nenhuma das duas está certa ou errada, afinal, a gente não sabe o que elas passaram para reagir desta forma.

Imagina que todos nós temos um tipo de planilha em nosso cérebro, com as possíveis soluções para as variadas situações.

Na primeira coluna estão as nossas crenças, na segunda as situações. Na terceira coluna entram as reações possíveis para atender as condições das colunas anteriores.

Então se eu acredito que eu não posso errar (crença, primeira coluna) e alguém me diz que eu errei (situação, segunda coluna), que tipo de reação é provável que saia na coluna da reação?

Provavelmente uma reação de contração, como vergonha ou constrangimento. Ou uma reação mais agressiva, se eu me se sentir ameaçado.

E assim vai.

Nós vamos alimentando essa planilha no decorrer da vida e tendemos a repetir as reações que foram gravadas, de forma automática.

O problema é que essa planilha começa a ser alimentada na nossa infância, uma época que o computador neurológico ainda estava instalando o sistema operacional.

Quando você cresce a sua planilha está repleta de soluções criadas pela sua criança, cujo computador não estava em pleno funcionamento. Percebe como isso atrapalha a vida adulta?

Para atualizar a planilha você precisa pegar leve com você. Começar a olhar para seus problemas como oportunidades de encontrar as crenças e soluções erradas que a sua criança gravou na planilha.

E como eu faço isso?

1 – aceite que as suas verdades não são absolutas e que provavelmente elas são bem estúpidas (as minhas e a de todo mundo também, entendeu porque precisamos de leveza?). Existe sim uma alternativa, existe sim uma solução em que todos ganham, é normal e aceitável errar, é normal e aceitável admitir que precisa de ajuda e assim vai.

2 – invista em você, criando um espaço diário para se observar, colocando o foco na respiração (veja os posts anteriores). Essa prática vai aumentar o seu tempo de reação quando algo sair errado, te dando uma oportunidade de elaborar os sinais do seu corpo antes de acessar a reação escrita na planilha.

3 – descubra a crença, percorrendo o caminho contrário: se a minha reação diante a situação foi essa, eu só posso acreditar que…

4 – quando a crença aparecer, permita-se a rir um pouco. Ninguém merece se levar muito a sério, principalmente morando nessa piada de mal gosto que é o Brasil.

A gente tem a falsa ideia de que estamos no controle, que temos que ser assim ou assado e isso tudo estimula um julgamento constante de nós mesmos e dos outros. É esse julgamento que nos deixa pesado.

Larga esse peso (suas crenças distorcidas), torne-se uma pessoa mais leve e veja o que acontece ao redor.

Depois me conta.

Respire mais

A gente esquece que o oxigênio é o principal combustível do corpo.⠀

Se normalmente a gente respira pouco, a coisa piora quando acontece algo inesperado. O corpo contrai, a respiração encurta e o coração dispara para suprir a redução do oxigênio.⠀

Em seguida vêm hormônios, emoções, reações e sem perceber a gente já queimou o filme.⠀

Colocar atenção na respiração vai ajudar você a tomar melhores decisões, a melhorar a performance e, o mais importante, a se sentir mais à vontade na sua companhia.⠀

Steve Jobs costumava fazer reuniões caminhando para oxigenar o cérebro e pensar com mais clareza.⠀

Continue investindo em você, criando cada vez mais momentos para se conhecer.⠀

Vá além dos 5 minutos diários de meditação. Exercite-se mais. Aprenda pranayamas (técnicas de respiração da yoga). E aproveite os momentos de espera para fortalecer esse hábito.⠀

Ao invés de correr para o celular, observe sua respiração. Ela está muito curta? Quanto tempo você leva para inspirar? Menos de 1 segundo?⠀

Se puder, feche um pouco os olhos e procure aumentar esse tempo. Veja se você consegue contar até 4 para inspirar, 4 para expirar.⠀

Sua mente adora tarefas e vai ser fácil manter esse exercício por alguns minutos. E alguns minutos basta. A frequência é mais importante que a duração.⠀

Observe seu estado de espírito. Qual o tamanho da sua ansiedade? Está maior ou menor do que ontem?⠀

Deixe o coração revelar o que está escondido. ⠀

É isso que vai te libertar, te colocar na direção daquilo que você precisa para se sentir realizado. Daquilo que você veio fazer nesse hospício de 7 bilhões de internos chamado planeta Terra.⠀

Fortalecer a atenção na sua respiração vai te dar uma vantagem enorme nos momentos de tensão e estresse. ⠀

Lembre-se: quando algo sair errado, a primeira coisa a fazer é aprofundar a respiração. ⠀

Com o coração calmo e o cérebro oxigenado ficará mais fácil responder (consciente) ao invés de reagir (automático).⠀

Quando você conseguir ter esse controle e saber o que você deseja realizar, ninguém te segura.

Sinta-se mais a vontade em sua própria companhia

Já percebeu como as pessoas famosas estão sempre à vontade? Até parece nato da pessoa… será?⠀

Algumas pessoas têm sim mais facilidade, mesmo assim, eu tenho certeza que essa tranquilidade é fruto de muito preparo.

Quem faz muito alguma coisa acaba se sentindo à vontade para falar sobre o assunto ou para executar sua habilidade na frente de outras pessoas.

Só que o ‘fazer’ é fácil e perigoso.

Perigoso porque pode ser usado como uma trégua de nós mesmos.

Fácil porque conta com o apoio de todas as nossas neuroses.

Eu quero mesmo é me sentir à vontade na minha própria companhia.

Sem precisar recorrer ao celular enquanto espero meu pedido chegar.

Sem me incomodar com o silêncio que às vezes pinta em um encontro.

Sem precisar falar de mim o tempo todo.

Isso é raro. Cria mistério. Desperta curiosidade.

O melhor é que funciona para o marketing pessoal E FAZ MUITO BEM À SAÚDE E AOS RELACIONAMENTOS!

Coisas úteis para registrar no seu bloquinho: quanto tempo você consegue ficar em silêncio e de olhos fechados; as sensações corporais ou pensamentos que geram desconforto; questões que te impedem de se amar (excesso de peso anda bem comum nesses dias…).

Gratidão pelos minutos de atenção e pela cocriação deste momento em que nos unimos em reflexão.⠀

Invista em você

Se você não investir em você, ninguém vai fazer.

E pode trocar a palavra investir por confiar, acreditar, se comprometer… vai funcionar da mesma forma.

Eu sugiro que você comece com a palavra investir porque é algo que gera motivação, algo que você entende de cara que haverá um retorno lá na frente.

As dúvidas mais comuns são: o que investir e como investir.

Você vai começar investindo tempo. Pelo menos 5 minutos do seu dia.

Analise sua agenda e encontre um período para ficar com você.

Escolha um horário que você pode ficar sozinha e coloque um alarme no celular (pelo menos de segunda a sexta).

Eu recomendo que você compre um caderno pequeno ou um bloco, fácil de transportar para registrar seus insights.

Nas próximas dicas eu vou sugerir formas de aproveitar esse tempo para criar avanços para sua carreira ou uma vida mais plena.

Sua primeira tarefa é encontrar esse espaço na sua agenda e registrar as razões que a sua mente vai te dar para não fazer. E ela é boa nisso (falo por experiência própria).

Se por acaso eu demorar para passar as próximas instruções, use esse período para ficar sentado de olhos fechados. Registre quanto tempo você consegue ficar na sua própria companhia.

Apenas registre, sem culpa ou vergonha. No começo eu não conseguia ficar nem 1 minuto.

Recapitulando: pelo menos 5 minutos, todos os dias, preferencialmente no mesmo local. Registre o que emergir, sem julgar.

Bem-vindo à bordo.

Precisa emagrecer?

No final de 2016 eu ajudei o Dr. Fabio Gabas a formatar seu programa de saúde preventiva, o Programa Despertando Vidas. Nesse processo eu tive que assistir a todas as aulas do programa.

Quando eu assisti o módulo de Diabetes eu fiquei muito preocupado, pois, percebi que eu corria um risco sério de ser pré-diabético. E, o pior, a doença é séria.

Seguindo suas orientações eu fiz uma série de exames e alguns indicadores não estavam nada bons.

Já havia um tempo que eu me sentia pesado, cansado, sem disposição e a notícia serviu como combustível para a minha determinação.

O resultado: já perdi muitos kilos e estou voando baixo.

A parte incrível: sem passar fome!

[música] Mãe divina leve

Para escutar de olhos fechados.

 

Mãe Divina leve tudo que eu não sou
Mãe Divina leve tudo que eu não sou
Leve cada julgamento autodestrutivo
Leve cada pensamento que me aprisionou

Mãe Divina leve tudo que eu não sou
Mãe Divina leve tudo que eu não sou
Leve cada tendência que me acorrentou
Leve cada sentimento que me amaldiçoo

Mãe Divina leve tudo que eu não sou
Mãe Divina leve tudo que eu não sou
Toda minha culpa, toda meu pecado
Medos e angustias, do ego equivocado

Mãe Divina leve tudo que eu não sou
Mãe Divina leve tudo que eu não sou
Quero ser leve como vento, quero ser leve como rio
Eu quero que você me leve ao glorioso mar

Mãe Divina traga tudo que eu sou
Mãe Divina traga tudo que eu sou
Eu sou a plena vida, eu sou a respiração
Eu sou a consciência que habita o coração

Mãe Divina traga tudo que eu sou
Mãe Divina traga tudo que eu sou
Eu sou o grande rio fluindo sem parar
Para me fundir ao oceano, ao Ganga Ganga Ma

Ganga Ganga Ganga Ganga Jai Jai Ma